A PREPARAÇÃO PARA AS OLIMPÍADAS (NATAÇÃO)

A PREPARAÇÃO PARA AS OLIMPÍADAS (NATAÇÃO)

A ideia desta postagem não é contar a história da NATAÇÃO nos JOGOS OLÍMPICOS, e sim falar um pouco sobre a preparação dos ATLETAS olímpicos para este grande evento.

Como todos sabem, os jogos ocorrem a cada 4 anos, sempre entre julho e agosto. Este intervalo de tempo é chamado de CICLO OLÍMPICO. Cada ano deste ciclo tem um objetivo diferente na preparação destes atletas, e dentro de cada ano é preciso planejar de acordo com as competições preparatórias, mas simplificando bastante é mais ou menos assim:

Basicamente os primeiros 4 meses após os jogos (de Setembro – Dezembro) são as “férias”. Período em que o atleta se mantém ativo, mas não necessariamente nadando. É uma fase de planejamento dos próximos 3 anos e meio, onde as metas devem ser discutidas entre atleta e treinadores e lançadas como objetivos de curto, médio e longo prazo.

O primeiro ano é a hora de construir a base do ciclo. Muito treino AERÓBIO, é a hora de corrigir a TÉCNICA DE NADO e se acostumar com o novo estilo, mais eficiente e mais rápido. Não há necessidade de muitas competições, e é muito provável que o atleta esteja competindo em provas mais longas do que as que disputará nos jogos.

O segundo ano é a hora de começar a competir um pouco mais em suas provas principais. Os treinos ANAERÓBICOS aparecem um pouco mais, mas ainda não devem ser o principal. É preciso dar ao atleta a capacidade de nadar muito próximo dos seus melhores tempos mesmo com uma carga de treino (volume e intensidade) muito alta nas costas.

O terceiro ano é onde o “bicho pega”. O nível de estresse está altíssimo e é a hora de nadar muitas competições de alto nível, conseguir ótimos resultados e conquistar medalhas e confiança. Quem ainda está em busca de um índice olímpico está literalmente com a corda no pescoço e tem que ir para o “tudo-ou-nada”, mas quem já está com índice tem ainda que se preparar para a seletiva olímpica. Este é o período de maior INTENSIDADE dos treinos e o atleta precisa estar sempre pronto para superar suas marcas, em qualquer competição.

O Quarto ano é pura tensão! No primeiro trimestre ocorrem a maioria das seletivas olímpicas, onde cada país faz sua própria competição, a fim de selecionar os 2 melhores nadadores e nadadoras de cada PROVA do programa e montar seus REVEZAMENTOS. No segundo trimestre quem já se classificou faz a última temporada de treinos a fim de potencializar tudo o que foi feito nos últimos anos. Poucas competições preparatórias e foco total nos jogos. Nesta fase é muito comum uma aclimatação mais longa. Treinar no país dos jogos, ou em algum lugar de altitude, clima e fuso horário próximos. Assim o corpo se acostuma com estas condições que podem ser adversas para alguns atletas.

… e por fim os jogos acontecem!

Fazer a preparação de um atleta é sempre uma tarefa complexa. Envolve muito planejamento estratégico, além de um conhecimento técnico enorme sobre várias áreas e um olhar científico apurado. A todo o tempo é preciso estar AVALIANDO  e ANALISANDO o processo, os resultados e o próprio planejamento.

Não importa se você é um ATLETA olímpico ou um NADADOR de condomínio! Se você quer resultados deve procurar este tipo de abordagem sobre seus treinos. Não existe objetivo maior que outro ! Ganhar uma medalha olímpica ou perder uns quilinhos a mais é sempre um desafio para quem se propõe a fazer, e não adianta nada se dedicar a um objetivo quando não há planejamento adequado ou acompanhamento especializado e competente.

Se você acha que seus treinos não estão funcionado então procure a EVOLVE! Nós temos a experiência e a ciência que falta para transformar seu treino em algo prazeroso e eficiente.

Abraço e Bons treinos!

Deixe uma resposta

Seguir

Acompanhe nossas noticias

%d blogueiros gostam disto: