HIDRODINÂMICA PARA NADADORES (STREAMLINE e EMPUXO)

HIDRODINÂMICA PARA NADADORES (STREAMLINE e EMPUXO)

Quando pensamos em técnica de nado muitas vezes ficamos presos aos movimentos das BRAÇADAS, PERNADAS e movimentos de RESPIRAÇÃO, sem dar muita importância para os momentos em que estamos “parados”. Seja qual for a modalidade que é realizada no meio líquido é preciso entender alguns princípios de hidrodinâmica para tirar proveito da água, e assim conseguir melhorar a sua performance.

Falaremos hoje sobre a posição hidrodinâmica e o empuxo.

O que é Streamline ?

É uma posição onde a pessoa sobrepõe as mãos com os dedos unidos, braços e pernas estendidos e a cabeça entre os braços, mantendo o alinhamento do corpo durante o deslize. O ideal é que haja o mínimo de espaço entre os braços e a cabeça, e entre as pernas. Quanto mais em bloco estiver o corpo melhor. Uma ótima dica para manter um bom streamline é contrair LEVEMENTE os glúteos e o abdômen, ativando o core e mantendo o corpo rígido o bastante para aumentar o deslize mas sem fadigar a musculatura.

Como saber se a posição está eficiente? 

Uma maneira muito boa de saber se o streamline está bem montado e eficiente é medindo a distância que consegue deslizar sem a ajuda de braços ou pernas. Dê um impulso na parede e marque onde conseguiu chegar. Acerte a posição e tente novamente. Se a posição e o ângulo de saída da parede estiverem melhores com certeza você sairá mais longe.

Dependendo do nado o ângulo de saída da borda pode variar. É muito comum os nadadores de PEITO saírem mais para o fundo, isso facilita a FILIPINA. No CRAWL e BORBOLETA os atletas procuram ângulos de saída mais rasos. No COSTAS a profundidade deve ser controlada principalmente na SAÍDA, que leva o nadador mais para o fundo.

O que é e como me beneficiar do empuxo?

Quando um corpo entra na água ele desloca um volume de líquido. Quanto maior este volume de líquido maior será a força que o líquido exercerá para “expulsá-lo” do líquido. Esta força é o empuxo. Basicamente, se você afundar e não for mais denso que a água ela vai fazer você subir novamente. Muitos nadadores buscam intuitivamente posições de submerso mais profundas para aproveitar a força do empuxo que os aceleram para cima. Assim conseguem iniciar o nado com maior velocidade.

O empuxo também depende da densidade do líquido, o que é importante para os nadadores de águas abertas. Ao nadar em piscinas salgadas ou no mar, a densidade da água salgada exerce um maior empuxo sobre o atleta fazendo com que ele consiga flutuar mais, melhorando assim a posição corporal e por consequência a eficiência de nado.

 

 

Os trajes são feitos de materiais ultraleves que diminuem o arrasto na água e também molda o corpo para ser mais hidrodinâmico.

Essas e outras CURIOSIDADES você encontra em nosso BLOG no site da EVOLVE – Natação sem barreiras.

Abraço e Bons Treinos!

Deixe uma resposta

Seguir

Acompanhe nossas noticias

%d blogueiros gostam disto: