ZONAS DE TREINO NA NATAÇÃO

ZONAS DE TREINO NA NATAÇÃO

Todo atleta já passou por um momento em que não tem certeza se está no caminho certo para alcançar seus objetivos, e às vezes não está mesmo!

É muito comum ver atletas que se prendem a detalhes do treino que são quase uma superstição. Fatores que não tem lógica fisiológica alguma ou até mesmo são totalmente contra os princípios básicos de treinamento, como por exemplo:

“-Eu preciso rodar 2000m todo treino para estar bem treinado!”

“-Na semana da competição vou treinar dobrado para não perder o ritmo.”

“-Se treinar sem palmar vou perder força!”

“-Sou maratonista, só faço longão!!”

Tudo isso não passa de crendices da cultura da natação amadora, pois o que determina se seu treino fará ou não você chegar em seus objetivos é uma combinação muito fina das CARGAS DE TREINO e TEMPO DE RECUPERAÇÃO.  Por isso é fundamental controlar as ZONAS DE TREINAMENTO para garantir as adaptações programadas para cada treino.

Na EVOLVE trabalhamos com 5 zonas de treinamento. Todas elas geram adaptações diferentes no organismo e condicionam você para ir de encontro com seus objetivos da maneira mais rápida e mais prazerosa.

As zonas de treinamento podem ser identificadas através de uma AVALIAÇÃO FISIOLÓGICA ou indiretamente através da frequência cardíaca.

Embora a frequência cardíaca tenha uma grande variação individual, é um parâmetro bem simples para identificar, aproximadamente, as zonas de treinamento. Para facilitar a identificação destas zonas utilizamos também uma adaptação da ESCALA DE BORG onde o atleta dá uma nota de 6-20 para seu nível de esforço ou escolhe uma “carinha” que o  represente. Todos estes fatores combinados fornecem com certa segurança a zona de treino em que o atleta se encontra.

Se você tem um frequencímetro é fácil saber a sua frequência cardíaca. Mas se você não tem pode aferir colocando os dedos indicador e médio na parte lateral do pescoço, onde se sentem os batimentos cardíacos, e contar quantas pulsações se percebe durante 6 segundos. O resultado deve ser multiplicado por 10 e teremos o resultado.

EX: Batidas em 6″ = 13.    13×10=130.     FC = 130 bpm (Batimentos por minuto). Neste caso está na zona de A1.

Não é possível chegar a lugar algum sem saber o que se está realmente fazendo

Quem treina todos os dias sabe que se ontem era dia de A1 e você fez um A3, hoje estará pagando caro pelo exagero do dia anterior, ou se no dia de A2 fez uma AN. Por isso é importante conhecer e respeitar as zonas de treinamento.

A grande diferença entre o treinamento de atletas de alto nível e o de atletas amadores é que existe um controle  e um planejamento rigoroso das cargas de treino. Isso é feito através de testes e avaliações que determinam diretamente as zonas de treinamento para cada fase da preparação.

Não importa o tamanho do seu objetivo. Treinando corretamente você vai chegar mais rápido a ele.

Agora que você já conhece as zonas de treinamento poderá treinar cada vez melhor! Se ainda não conhece nossas PLANILHAS DE TREINO PERSONALIZADAS entre em contato pelo email: contato@evolveswim.com

Abraço e Bons treinos!

 

 

Deixe uma resposta

Seguir

Acompanhe nossas noticias

%d blogueiros gostam disto: