TUDO SOBRE O NADO CRAWL

TUDO SOBRE O NADO CRAWL

Na postagem de hoje, daremos início a uma série de publicações sobre TÉCNICA DE NADO, onde abordaremos os quatro estilos: CRAWL, COSTAS, PEITO e BORBOLETA. Quando falamos em TÉCNICA de nado é fundamental fazer AVALIAÇÕES periódicas para mensurar e aprimorar os  seus movimentos. Procure a EVOLVE e tenha a melhoria que a tanto tempo busca. CONTATO@EVOLVESWIM.COM

Para começar vamos aos 5 pontos a focar na TÉCNICA do nado Crawl

1- APOIO

 

Durante o apoio a mão deve começar uma curva suave apontando os dedos para baixo e levantando o cotovelo. Quando mais fundo o apoio maior o volume de água que irá ser movimentada na tração e consequentemente maior a chance de desenvolver velocidade.

 

 

 

 

2- TRAÇÃO

 

Na tração o objetivo é procurar as melhores alavancas de força para conseguir arremessar o corpo para frente. Cotovelos e Ombros devem estar com ângulos próximos a 90º.

Nesta fase os cotovelos e as mãos aceleram para trás e começam a se aproximar do corpo.

 

 

 

 

3- FINALIZAÇÃO

 

A finalização deve ser rápida e próxima ao corpo. O maior erro nesta fase é não estender por completo os cotovelos, o que diminui a braçada e a aplicação de força.

 

 

 

 

4- COTOVELO ALTO

 

Durante todo o nado devemos estar atentos aos cotovelos, que devem estar sempre altos em relação às mãos, seja dentro ou fora da água.

 

 

 

 

 

5- RESPIRAÇÃO 

 

 

Ao respirar devemos manter a cabeça deitada para que o resto do corpo não afunde para reajustar o equilíbrio. Uma dica importante é manter sempre um dos olhos dentro da água durante as respirações.

 

 

Geralmente nas provas oficiais de NATAÇÃO de nado livre (50m livre, 100m livre, 200m livre, 400m livre, 800m livre, 1500m livre) nada-se CRAWL, por ser atualmente a maneira mais rápida de se deslocar na água dentro das regras. Mas você não necessariamente precisa nadar CRAWL, desde que siga as regras da FINA.

Na MARATONA AQUÁTICA as regras são diferentes. Pode-se nadar de qualquer forma desde que não receba algum tipo de ajuda externa (colocar o pé no chão, apoiar no píer de ALIMENTAÇÃO, segurar no barco de apoio, etc)

Seguem as regras oficiais do nado livre para PISCINAS:

REGRAS DO NADO LIVRE
SW 5.1 – Nado livre significa que numa prova assim denominada, o competidor pode nadar qualquer nado, exceto nas provas de medley individual ou revezamento medley, onde nado livre significa qualquer nado diferente do nado de costas, peito ou borboleta.
SW 5.2 – Alguma parte do nadador tem que tocar a parede ao completar cada volta e no final.
SW 5.3 – Alguma parte do nadador tem que quebrar a superfície da água durante a prova, exceto quando é permitido ao nadador estar completamente submerso durante a volta e numa distância não maior que 15 metros após a partida e cada volta. Nesse ponto, a cabeça deve ter quebrando a superfície da água.

REFERÊNCIA

https://www.cbda.org.br/_uploads/natacao/RegrasOficiaisNatacao2017_2021.pdf

http://www.fina.org/content/fina-rules-regulations

One Comment

  1. Augusto Araujo
    Augusto Araujo março 12, 2019

    Ótimas orientações!

Deixe uma resposta

Seguir

Acompanhe nossas noticias

%d blogueiros gostam disto: